#mykindoffood

Arte e comida, segundo Alberto Landgraf

Esses dias assisti a um programa do Canal Arte 1 (que adoro, são matérias muito interessantes) sobre a relação do Alberto Landgraf, chef do restaurante Epice daqui de São Paulo, com a comida e a arte, vale a pena dar uma olhada no vídeo. “Na verdade, a estética tem que ser natural, se eu forçar ser bonito, não vai ser, tem que ser uma consequência natural do que eu vejo e do que eu entendo que é bonito”, são as primeiras palavras do chef. Eu sou fã dele, mas não sou só eu, Alex Atala por exemplo, já deu sua bênção ao chef e alguns especialistas dizem que tudo aponta para que ele seja o próximo a entrar para a lista de melhores restaurantes do mundo, segundo a Revista Restaurant. Bem, quem sou eu para falar da comparação de arte e comida, não tenho respaldo algum, mas garanto que, sendo arte, ou sendo comida, ou sendo tudo meio misturado, babo em suas criações, tanto no cuidado da estética da montagem dos pratos quando no sabor, claro. Veja algumas de suas gostosuras. E lindezas.

Cenoura pré-cozida com “terra” de cacau (Foto: Divulgação)

Picles de maçã verde com sorbet também de maçã verde (Foto: Divulgação)


Abóbora com queijo parmesão e rapadura (Foto: Divulgação)

Polvo cozido em baixa temperatura com batata e tomate confit. Este eu já provei e garanto que não é só bonito, sabor e textura perfeitos (Foto: Divulgação)

Deu fome ou só ficou com vontade de admirar?

De vez em quando ele adora postar no instagram seus “brainstorm”

Comente | Categoria(s): #mykindoffood

My kind of food…por Isa Maiolino

Mais uma colaboradora para o nosso querido A Pattern!! A Isa trabalhou comigo na Capricho e tem um blog delicioso chamado My Kind of Town – só sobre o lado B de São Paulo. Ela dá ótimas dicas gastronômicas e até faz uns videos de culinária – vestida no seu look anos 50 – com pratos famosos de restaurantes paulistanos para reproduzir em casa! Por aqui, ela vai postar só sobre gastronomia – o que ela vê de melhor online: my kind of food :]

Um belo dia recebo um convite de uma pessoa querida, criadora de um blog super fofo. ”Você não quer escrever sobre comida no meu blog?” Hun, por onde começar?

Bem, sou uma apaixonada por comida! Pauto minhas viagens sempre sonhando com o que vou experimentar por lá, almoço sempre pensando o que vou comer no jantar. Sempre estou com um olho no peixe e outro no frango (bem passado, por favor). Amo conhecer restaurantes novos, de vez em quando entro na cozinha (de uma jeito bem desajeitado, mas graças ao marido cozinheiro, nunca aconteceu nenhum desastre na nossa cozinha). A comida reúne a família, acalenta a alma. É o ingrediente necessário em dias de inverno. É o tempero dos encontros, a lembrança dos desencontros. É o melhor cúmplice dos grandes desabafos entre amigos. Um grande álibi enquanto a gente protagoniza um momento inesquecível. O respiro do dia difícil. A cura de um momento febril. Grandes memórias de afeto tem sempre uma pitada de sal a mais. “Quem tem muita fome de comida, tem muita fome de vida”, sempre diz uma sábia amiga.

E logo hoje, lendo o site Mistura Urbana (http://misturaurbana.com), descobri uma artista que faz uns pratos tão, mas tão lindos, que deu até vontade de me esconder embaixo da cama, e nunca mais entrar na cozinha! Ela se chama Red Hong Yi (http://www.ohiseered.com). Tô assim, apaixonada por ela.

Separei para mostrar para vocês os meus pratos prediletos, mas vale a pena gastar uns minutinhos admirando o trabalho dela.

PS: Alguns pratos ela faz vídeos mostrando o passo a passo. Veja esse:

Comente | Categoria(s): #mykindoffood

Related Posts with Thumbnails