Valise – por Ana Luiza Pereira

O segredo de M.

“Ele é o cara” começa M.
“Ele é seu irmão?”
“Não”.
“Como você conhece ele?”
“Ele toca aqui no restaurante todo sábado”.
“E você vem todo sábado jantar aqui e vê-lo tocar?”
“Ahan. Posso te contar um segredo? Eu tô apaixonada com ele. As últimas 10 páginas do meu diário são sobre ele. Eu só penso nele. O tempo inteiro” escorrega o corpo na parede enquanto derrete as palavras.
“Eu acho que você vai ser atriz!” rio.
“Eu sonho que estou na varanda de uma casa e ele faz uma serenata para mim. Ele toca violino só para mim” diz a Disney com voz de M.
“Como é essa casa ai que você imagina?” dou corda.
“Ela é toda branca. Tem 5 quartos. Tem quarto para velho, adulto e criança”
“Quem mora nesse quarto de velhinhos?”
“Meu papai e minha mamãe ué!” e aprendo que M. tem 8 anos.
“Quem é sua mamãe? Ela está naquela mesa aqui?” tento voltar para o prato de macarrão que esfria a minha frente.
“É uma loira que tá do outro lado do restaurante”
“Como é o seu quarto nessa casa?” desisto.
“É cheiooooo de violinos na parede. Tem até uma pintura de um violino!”
“Como ele se chama? O violinista?”
“D.”
“E ele tem quantos anos?”
“15. É injusto, minha prima tem 13 anos e tem mais chance com ele do que eu!” e bate o pé no chão.
“Vocês não frequentam a mesma escola?”
“Não. Minha escola fica em João Del Rey, a dele em Tiradentes”
“Mas você mora aqui?”
“Ahan. Mas a gente deve mudar em breve. Meu papai quem fez esse macarrão aí”
“Então seu pai é o chef?”
“É ele e um monte de cozinheiro”
“Que delícia! E você gosta?”
“Todo dia eu como macarrão, macarrão, macarrão. Mas eu gosto mesmo é de frango com quiabo” encerra nossa conversa.

Naquela noite, eu fugia da música ao vivo nos inúmeros bares e restaurantes de Tiradentes. Acabei escutando D. tocar o violino e o coração de M.

Seu segredo é simples: como uma boa mineira, M. se apaixona “com”.

Spaghetti Cantina Italiana em Tiradentes, MG

Related Posts with Thumbnails